Desafiando Gigantes

Nunca desista. Nunca volte atrás. Nunca perca a fé. Essa é a mensagem principal de "Desafiando Gigantes", filme americano lançado há três anos, em uma produção totalmente cristã realizada pela Sherwood Pictures.

A empresa produtora é um ministério promovido desde 2003 na Igreja Batista de Sherwood, em Albany, Geórgia, EUA, onde os irmãos Alex e Stephen Kendrick atuam como pastores. Eles têm visto o filme alcançar milhares de pessoas em todo o mundo. Também são da dupla os longas "A Virada" e "Prova de Fogo", a mais nova produção. Todos os filmes são distribuídos no Brasil pela BV Films.

"Desafiando Gigantes" tem como tema principal o futebol americano. Mas não é preciso entender nada da modalidade, já que o esporte é apenas o pano de fundo para mostrar os milagres que Deus pode realizar em nossas vidas. Tendo isto como ponto de partida, a trama fala de fé, amor, perseverança e, acima de tudo, confiança no Deus do impossível.

O elenco é totalmente formado por voluntários e a produção, orçada em US$ 100 mil, foi viabilizada por meio de doações de membros da Igreja de Sherwood e de outras congregações. A história da produção do filme em si foi um milagre. O longa-metragem foi lançado em 2006, em apenas 441 salas nos Estados Unidos, mas depois alcançou mais de mil telas de cinema e obteve mais de US$ 10 milhões em bilheteria.

Após sair da grande tela, cópias em DVD já são vendidas em mais de 50 países e 14 línguas. Mais de 6.500 igrejas já utilizaram o filme como forma de evangelismo. "Desafiando Gigantes" tem deixado uma bela marca por onde passa e, pelo seu sucesso e impacto positivo, a Câmera dos Representantes e Senado do Estado da Geórgia concedeu uma menção honrosa à Sherwood Pictures.

Comunhão conversou com Alex Kendrick, um dos realizadores, sobre "Desafiando Gigantes" e seu impacto. Ele é pastor em Sherwood desde 1999, onde trabalha com os ministérios da igreja em TV, rádio e filme. Também é professor de um programa de estudo bíblico semanal, transmitido pela televisão, chamado "Home Connection" ("Conexão Lar").


Comunhão - Por que fazer filmes que falam sobre Deus?
Alex Kendrick - Eu me senti chamado para contar histórias que levassem quem as visse para mais perto de Deus. Eu creio que é por isso que estou aqui, é isso que eu tenho que fazer. Até agora, Deus tem confirmado isso a cada dia.

- De onde veio a inspiração para a idéia de "Desafiando Gigantes"?
- Meses depois de terminarmos nosso primeiro filme, "A Virada", eu estava orando por uma nova idéia. Então Deus me deu essa idéia e a mensagem de encorajamento para que as pessoas O procurem quando estão enfrentando os seus próprios "gigantes".

- Qual é o ponto principal de Desafiando Gigantes?
- Nós não precisamos nem devemos levar nossas lutas, medos e falhas sozinhos. Jesus nos ama e quer andar conosco nesses tempos também. Além disso, Ele é digno de nossa adoração e devoção mesmo quando as coisas estão difíceis.

- Porque abordar o assunto da infertilidade e do futebol?
- Nós vivenciamos histórias parecidas na vida real. Conhecemos um técnico que enfrentou os mesmos problemas, além de diversos casais que não poderiam ter filhos. Quando eles passaram a confiar esses problemas a Deus, Ele agiu de forma que a glória foi toda Dele. Isso nos inspirou a incluir esses tópicos na história do filme.

- Depois que Grant, o personagem principal, passa a ser sério com sua fé, tudo dá certo para ele. Mas na vida real nem sempre é assim. Por que usar essa abordagem?
- Apesar de termos alterado a cronologia dos eventos, tudo o que se vê no filme "Desafiando Gigantes" aconteceu na vida real. A maioria das pessoas, incluindo os cristãos, não crê plenamente em Deus quando isso não faz sentido para eles. Nós pensamos diferente e temos visto Deus fazer coisas milagrosas mais vezes do que podemos contar!

- Você vê "Desafiando Gigantes" como um filme evangelístico? Espera que as pessoas, após assisti-lo, se entreguem a Cristo?
- "A Virada" e "Prova de Fogo" são de natureza mais evangelística, mas ainda assim milhares têm vindo a Cristo depois de assistir a "Desafiando Gigantes". Já recebemos testemunhos pessoais de mais de 5 mil espectadores que foram salvos.

- Os filmes cristãos são, geralmente, muito criticados por terem muita "pregação" e pouca "realidade". O que você falaria sobre isso?
- Algumas vezes isso é verdade. Filmes cristãos são feitos por pessoas diferentes e que trazem experiências diferentes. Nós sempre nos determinamos a procurar Deus antes de produzir um filme, sabendo que o Seu favor é nosso maior bem.

Ficha técnica - "Desafiando Gigantes"
Distribuição: BV Films
Duração: 111 Minutos
Direção: Alex Kendrick
Roteiro: Alex Alex Kendrick e Stephen Kendrick

Em seis anos à frente do time de futebol americano Shiloh Eagles, o treinador Grant Taylor nunca levou sua equipe às finais. Se sua vida profissional não vai nada bem, não é muito diferente com a sua vida pessoal. O fracasso invade sua casa, quando ele descobre que não pode ter filhos com a esposa. Ao mesmo tempo, Grant descobre que pode ser demitido.
É quando ele ora a Deus e recebe a mensagem de um visitante inesperado. Nesse instante, o treinador irá desafiar a tudo e a todos, a fim de provar que Deus lhe deu coragem e força para vencer. Confiante que Deus pode fazer o impossível, o treinador Taylor e seu time logo descobrem como a fé pode tocá-los dentro e fora do campo!

"Nós sempre nos determinamos a procurar Deus antes de produzir um filme, sabendo que o Seu favor é nosso maior bem"
Alex Kendrick, roteirista e diretor

 

 

 

 

 

Publicado em:
Mais nessa categoria:
Marília de Camargo
Flordelis